Museu da Diversidade Sexual

O Museu da Diversidade Sexual foi criado em 2012, está localizado na estação República do metrô de São Paulo e é uma instituiçãovinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Como museu de percurso, visa promover a preservação dos patrimônios e referências socioculturais das comunidades LGBTQIA+ através de diferentes linguagens expressas em ações de pesquisa, educação e salvaguarda.

BUENAS PRÁCTICAS:

1. Visibilidades Trans

A ação foi realizada em janeiro de 2020 e após uma conversa sobre a historicidade do tema, visitantes do território central de São Paulo, a maioria delas frequentes no museu, eram convidadas a tirarem fotos ao lado da bandeira Trans para realização de uma publicação coletiva assim como suas histórias eram reunidas a fim de inspirar outras mulheres, a releitura de algumas obras expostas a partir destas perspectivas e a realização de mediações. (https://www.instagram.com/p/B7mEF_wn661/)

2. Orgulho Lésbico

A ação foi realizada em agosto de 2020, indo da efeméride de orgulho a de visibilidade. Ao longo dos dias foram propostas atividades online que versaram sobre acervos e trajetórias do movimento lésbico brasileiro. Toda a programação, execução e curadoria foi elaborada por mulheres. (https://www.instagram.com/p/CEErqTAnS8y/)

3. Sempre estivemos aqui

Instalação com 120 lenços verdes nos vidros do museu que contém frases advindas de mediações culturais com mulheres e diferentes instituições a respeito do combate à violência de gênero. O uso dos lenços é uma referência a luta das mulheres argentinas, ontem e hoje, almejando futuros melhores às mulheres latino americanas.